Logo
Atendimento (65) 3319-3700

Segunda a Sexta-Feira das 12:00 às 18:00

Email para contato

[email protected]

Dia do Maçom: Glemt, Gob e Goe construindo o futuro!

13/07/2018

O dia 20 de agosto, data em que se comemora o ‘Dia do Maçom’, será histórico para a Maçonaria em Mato Grosso. É o ponto de partida de três sessões conjuntas reunindo todas as Lojas de Cuiabá e Várzea Grande filiadas ao Grande Oriente do Estado (Goe), Grande Loja (Glemt) e Grande Oriente do Brasil (Gob).

"Além de ser uma forma de nos conhecermos melhor será a semente para, em um futuro próximo, trabalharmos em projetos envolvendo as três obediências" - Geraldo Macedo

Geraldo Macedo

Os grão-mestres Geraldo Macedo (Glemt), Ademir Lúcio de Amorim (Goe) e Antônio Passos (Gob), se reuniram com 80 veneráveis mestres das três potências maçônicas para fechar o calendário unificado, até então, inédito. O encontro aconteceu na sede da Grande Loja, nesta quinta-feira (12), em Cuiabá. Os grão-mestres-adjuntos Eleusino Leão (Glemt), Ademir Cardoso (Goe) e Florêncio Imada (Gob) também participaram da reunião histórica.

Ficou acordado que, no dia 20 de agosto, todas as lojas das três potências que se reúnem na segunda-feira farão a sessão conjunta no Templo Antônio Hans, da Grande Loja. Já os maçons que participam das reuniões na terça-feira (21) vão se juntar no Templo do Gob que fica na Avenida do CPA, em frente à sede do Ibama. Por fim, os que se reúnem na quarta, quinta, sexta e no sábado, vão se encontrar na Loja Acácia do Ocidente, sob jurisdição do Goe, na quinta-feira, dia 23, sempre às 20h.

“A Maçonaria em Mato Grosso está unida na prática. Essas reuniões conjuntas foram muito bem pensadas e amplamente discutidas entre as três obediências" - Ademir Amorim

Ademir Amorim

A primeira reunião, na Glemt, será presidida pelo grão-mestre Geraldo Macedo, tendo como primeiro vigilante o grão-mestre Antônio Passos (Gob) e, segundo vigilante, o grão-mestre Ademir Amorim (Goe). No dia 21 Antônio Passos presidirá a sessão, tendo como 1º e 2º vigilantes, Ademir Amorim e Geraldo Macedo, respectivamente. No dia 23, será a vez de Ademir Amorim comandar a sessão, apoiado por Geraldo na 1ª Vigilância e Antônio Passos na 2ª Vigilância. Os demais cargos serão ocupados por oficiais de cada potência que presidir os trabalhos.

Geraldo Macedo destaca que as sessões serão normais e não irá atrapalhar o calendário das lojas. “Todos os maçons da Glemt, Gob e Goe de Cuiabá e Várzea Grande vão se reunir nesses dias divididos em três grupos. Além de ser uma forma de nos conhecermos melhor será a semente para, em um futuro próximo, trabalharmos em projetos envolvendo as três obediências”, analisou. Para o grão-mestre da Glemt, não se trata apenas de um grupo de pessoas, mas, de uma fraternidade. “Se trabalharmos de forma conjunta vamos mostrar a força que a Maçonaria tem e que também somos fortes enquanto lojas. Se queremos transformar a sociedade, temos que dar as mãos primeiro aqui”.

“Estamos participando de uma transformação respeitando as nossas diferenças. O mundo só evolui porque somos diferentes. Se fôssemos todos iguais, estaríamos morando em caverna e caçando à bordoada” - Antônio Passos

Antonio Passos

“A Maçonaria em Mato Grosso está unida na prática”, definiu o grão-mestre do Goe, Ademir Lúcio de Amorim. Segundo ele, essas reuniões conjuntas foram muito bem pensadas e amplamente discutidas entre as três obediências. “Em respeito e em reconhecimento ao poder de mobilização dos veneráveis mestres, hoje discutimos o tema com todos vocês. Vamos estimular os maçons a participarem dessas sessões conjuntas. Também é fundamental que todos os veneráveis nos informem sobre o número de obreiros para realizarmos um jantar memorável após os trabalhos”, completou.

Antônio Passos, grão-mestre do Gob, disse que essa união mostra que o maçom deve continuar lutando pela Liberdade, Igualdade e Fraternidade. “A Liberdade, para o Maçom, é um estado de espírito. A igualdade e a fraternidade fecham esse ciclo com ações práticas entre os maçons e junto à sociedade”. Passos também considera o momento ímpar na história maçônica. “Estamos participando de uma transformação respeitando as nossas diferenças, o que é bom. O mundo só evolui porque somos diferentes. Se fôssemos todos iguais, estaríamos morando em caverna e caçando à bordoada”, comentou.

União e fraternidade

Não é apenas nos trabalhos em Loja que a Glemt, Gob e Goe estão unidos em Mato Grosso. Uma nova ação promovida pelos membros da fraternidade internacional Hikmat Shriners – com maçons das três obediências - pretende levar uma legião de maçons, atletas ocasionais, crianças e a comunidade cuiabana para uma atividade física cheia de animação, elementos históricos e prática humanitária. Trata-se da 1ª Corrida dos Bandeirantes, dias 22 de julho, com percurso de 5 e de 10 quilômetros na região do bairro São Gonçalo Beira Rio, em Cuiabá.

No dia 18 de agosto, às 19h, o ator João Vaz, encena uma peça no Teatro Zulmira Canavarros, em Cuiabá. Ademir Amorim salienta que o espetáculo, apesar do teor maçônico, poderá ser assistida por qualquer pessoa. No entanto, a prioridade é para os maçons que se cadastrarem no site oficial do Goe-MT. Serão 250 lugares para cada obediência e o ingresso será trocado por dois quilos de alimentos não perecíveis. Toda a arrecadação será destinada a causas sociais pela gestora do teatro e pela Maçonaria.

No mês de outubro, possivelmente no dia 12, maçons das três potências também vão se mobilizar num evento que pretende reunir ciclistas para doação de sangue e cadastramento para doação de medula óssea. O ‘Ciclo da Vida” será na cidade de Primavera do Leste, distante 244 quilômetros de Cuiabá. O evento foi idealizado pelo Gob e ganhou adesão do Goe e da Glemt. “Se podemos ajudar, vamos fazer a nossa parte. Temos que que contribuir com a sociedade”, falou Antônio Passos. "Glemt, Gob e Goe estão dando exemplo ao País. Somos construrores do futuro, hoje", finalizou Geraldo Macedo.

Dia do Maçom

No Brasil, comemora-se todos os anos no dia 20 de agosto e nos Estados Unidos dia 22 de fevereiro. O dia 22 de fevereiro, conhecido como ‘Dia Internacional do Maçom’, é uma homenagem ao dia do nascimento do ex-presidente americano George Washington, personagem principal da independência daquele país e maçom ativo.

No Brasil, o dia 20 de agosto foi escolhido em face ao papel de maçons na independência do país. De acordo com historiadores, no dia 20 de agosto de 1822 aconteceu uma sessão histórica entre as Lojas Maçônicas "Comércio e Artes" e "União e Tranquilidade", na cidade do Rio de Janeiro. Na ocasião, o maçom Gonçalves Ledo teria feito um discurso emocionante e inspirador, pedindo a Independência do Brasil ainda naquele ano. No mês seguinte à reunião, Dom Pedro I proclamou a independência do Brasil.