Logo
Atendimento (65) 3319-3700

Segunda a Sexta-Feira das 12:00 às 18:00

Email para contato

[email protected]

Corrida dos Bandeirantes promove Hospital Shriner

23/07/2018

Mais de 500 atletas fizeram o sucesso da Corrida dos Bandeirantes, na manhã deste domingo (22), na comunidade de São Gonçalo Beira Rio, em Cuiabá. A ação promovida pelos membros da fraternidade Hikmat Shriners em Mato Grosso, que é formada por membros da Grande Loja Maçônica de Mato Grosso (Glemt), Grande Oriente do Estado (GOE) e Grande Oriente do Brasil (GOB), também levou uma legião de pessoas, crianças e a comunidade cuiabana para uma atividade física cheia de animação, elementos históricos e prática humanitária.

“Estou feliz pelo sucesso do evento. Nesse ponto, destaco a importância das parcerias e das pessoas que acreditaram nessa ação humanitária por meio do esporte” -  Jakson Rondon

Para o shriner e venerável mestre da Loja Maçônica Compasso de Mato Grosso (Glamt), Jaksom Rondon, o objetivo com a inscrição da corrida foi arrecadar fundos para a construção do hospital filantrópico voltado para o atendimento de crianças portadoras de doenças congênitas, que será administrado pelo Shriners com apoio da Glemt, Gob e Goe. “Estou feliz pelo sucesso do evento. Nesse ponto, destaco a importância das parcerias e das pessoas que acreditaram nessa ação humanitária por meio do esporte”, comemorou Jakson.

O Hikmat Shriners está de parabéns e quem ganha é a sociedade, já que o Hospital da Criança terá caráter totalmente filantrópico” - Geraldo Macedo

O grão-mestre da Glemt, Geraldo Macedo, ressalta que a unidade de saúde, que deve ser construída em uma área de 86 mil metros quadrados no bairro Alvorada, será a 23ª especializada no campo da pediatria construída pela instituição, e a primeira na América Latina. “É um trabalho conjunto da Maçonaria Mato-grossense, além de parceiros que administram os hospitais já existentes em Cuiabá. O Hikmat Shriners está de parabéns e quem ganha é a sociedade, já que o Hospital da Criança terá caráter totalmente filantrópico”, completou Geraldo.

VEJA FOTOS NO FACEBOOK DA GLEMT

OS CAMPEÕES

O atleta João Luiz, integrante da equipe Agenda Esportiva, conquistou a primeira colocação da 1ª edição da Corrida dos Bandeirantes no trajeto de 10 quilômetros. Ele completou o percurso com o tempo de 13 minutos e 51 segundos.

Mesmo vencendo a corrida com certa facilidade, João Luiz foi seguido por Evandro Luz Bandeira, que chegou na segunda colocação, com o tempo de 14 minutos e 15 segundos. Na terceira posição, apareceu Daniel Gouveia, com 15 minutos e oito segundos. O quarto colocado foi Alexandre Bispo, perfazendo o trajeto em 15 minutos e 20 segundos. Em quinto, Mayk Caique, com 15 minutos e 21 segundos.

Em outubro, haverá outra competição de corrida pedestre. Para 2019, a Corrida dos Bandeirantes poderá constar no Calendário Oficial de Eventos da Prefeitura de Cuiabá

Na prova feminina, a atleta Evillim Resende confirmou seu favoritismo. Patrocinada pela Iron Fitness, ela fez a prova em 17 minutos e 36 segundos. Voltando de uma série lesão muscular e apontada como promessa ao atletismo mato-grossense, Evillim vem recuperando aos poucos a sua melhor performance nas provas de rua.

Em segundo lugar, apareceu Francielly Marcondes da cidade de Barra do Garças. Ela fez a prova em 17 minutos e 38 segundos. Em terceiro, Yasmin Agrícola, que fez os 10 km em 19 minutos e 21 segundos.

Responsável pela organização, a direção do Hikmat Shriners ressalta que a prova dos Bandeirantes correspondeu todas as expectativas em termos técnico, social e organizacional. Em outubro, haverá outra competição de corrida pedestre. Para 2019, a Corrida dos Bandeirantes poderá constar no Calendário Oficial de Eventos da Prefeitura de Cuiabá. Negociações nesse sentido já estão sendo feitas entre os organizadores e o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro, que também é membro do Shriner.

O SHRINER

Todos os Shriners são Maçons mas nem todos os Maçons são Shriners. Essa frase é comum entre Shriners, que nasceram da Maçonaria, a mais antiga, maior e mais ampla fraternidade conhecida no mundo. Sua origem remota o ano de 1870, nos Estados Unidos. No Brasil, as primeiras ações do grupo começaram em fevereiro de 2009. Desde então, o grupo se tornou referência de fraternidade, a exemplo da Maçonaria, que trabalha e concentra esforços em prol da humanidade com hospitais exclusivos para crianças nos Estados Unidos, Canadá e México. O Brasil será o quarto país a receber um Hospital Shriner.

MOTIVAÇÃO HISTÓRICA

A Comunidade de São Gonçalo Beira Rio, cenário da Corrida dos Bandeirantes, é um dos três arraiais pioneiros que deram origem a Cuiabá, junto com Forquilha e Lavras do Sutil. Foram sucessivos arraiais que formaram ao longo de quase 300 anos o complexo histórico-urbano da Vila Real do Senhor Bom Jesus do Cuiabá.

Diz a história que, em 1718, Pascoal Moreira Cabral arranchou-se no rio Coxipó em sua confluência com o Cuiabá e aí estabeleceu o arraial de São Gonçalo Velho. Alguns historiadores afirmam que o o local também foi conhecido como Aldeia Velha, em virtude de ter havido, nesse local, em 1717, uma antiga aldeia de índios Coxiponés, destruída posteriormente por Antonio Pires de Campos.

Atualmente, a comunidade São Gonçalo Beira Rio está localizada à margem esquerda do rio Cuiabá, a 11 quilômetros do centro da cidade. É uma comunidade de pescadores e artesãos que transformou-se em um ponto turístico da capital. É referência em confeccionar artesanatos em cerâmica, Viola-de-Cocho e preservar o folclore por meio de danças como o Cururu e Siriri.