O OVO DA SERPENTE E A HISTÓRIA POLÍTICA MUNDIAL

17 de janeiro de 2019

Por Renato Giomes Nery | Algumas espécies de serpentes, na Europa, são ovíparas. Ou seja, elas, como as galinhas, põem ovos que tem um período de incubação para que nasçam as crias.

O ovo da serpente é o título do filme da década de 1970, dirigido por  Ingmar Bergman (1977) e  produzido pelo gênio de Dino de Laurentis. Após a 1ª Guerra Mundial e a assinatura do Tratado de Versalhes (1919), a Alemanha que perdeu a Guerra se sentiu humilhada e ficou em péssimas condições econômicas, sociais e políticas. Este foi o ambiente propício para o surgimento do Nazismo que explorou as adversas condições em que o País ficou e propôs soluções para restaurá-lo. A receita: O livro de Hitler – Mein Kampt. Enfim, o ovo da serpente foi posto, gestado e, então, nasceu a serpente.

A expressão o ovo da serpente é comumente utilizado para tratar da ascensão do nazismo na Alemanha do início do século XX. A partir daí, a serpente do ódio transitou impunemente pela Europa, e o restante da História todos nós conhecemos

Na Rússia, neste mesmo período, a serpente gestou a Revolução de outubro/1917. Na China, Itália, Cuba as condições para o surgimento de regimes autoritários foram parecidas. O Golpe de 1964, foi gestado e levado a cabo para debelar condições precárias e a pretensa ameaça de implantação do Comunismo à moda Cubana em voga naquela época. Enfim, é história plasmada com os equívocos e erros cometidos.

A situação em que o Brasil se encontra ainda é muito adversa, com milhões de desempregados, saúde pela hora da morte, violência, grossa corrupção, entre tantos outros índices negativos que atormenta (medo) a população. Situação está agravada nas vésperas de troca de mandato pela falta de bom senso e limites dos outros poderes:  ameaça de soltar centenas de presos condenados; aumento de salários do Poder Judiciário e dos funcionários, sem medir as consequências dos seus reflexos. Aprovação do aumento do teto para que maus gestores possam gastar mais e mais, como se não fossem esta uma das causas da crítica situação do País. Aprovação de orçamento com déficit astronômico. O Poder Judiciário e o Poder Legislativo armaram o gatilho e apontaram a arma para suas têmporas

No Brasil de hoje temos um presidente cercado de militares que namora ostensivamente com o autoritarismo e tem massivo apoio popular. Além do mais, no cenário internacional, existe uma tendência autoritária implantada na China, na Rússia, Hungria e, nos EUA, onde um Presidente Populista não esconde o seu desapreço para com a democracia. O ambiente interno e externo é propício para que o ovo da serpente esteja sendo gestado com todo vigor. Encerro, com a citação de Hans Vergerus:

 […] qualquer um que fizer o mínimo esforço poderá ver o que nos espera no futuro. É como um ovo de serpente. Através das membranas finas pode-se distinguir o réptil já perfeitamente formado.

RENATO GOMES NERY é advogado em Cuiabá

Grande Loja do Estado de Mato Grosso
Emitido em 23/02/2019 04:30