Secretário Geral da CMSB fala sobre as atualidades da Maçonaria no Brasil e no mundo

28 de maio de 2021

 

A realidade atual da Maçonaria, os impactos da pandemia nas Oficinas e o futuro da Sublime Ordem foi destaque na palestra proferida pelo Secretário Geral da CMSB, Irmão Cassiano Teixeira de Morais. O encontro virtual reuniu mais de 100 participantes, na noite desta quarta-feira, dia 26 de maio de 2021.

 

Abordando o tema “Atualidades da Maçonaria no Brasil e no mundo”, Cassiano fez uma exposição sobre fatos históricos, pontuou a realidade atual e fez projeções para os próximos anos da Ordem. 

 

Ressaltou que os pedreiros livres, desde as guildas até a chegada da fase especulativa, tinham formas de identificação que proporcionavam o intercâmbio de operários entre diversas partes da Europa para a construção de castelos e catedrais. “A maçonaria operativa já tinha um caráter universal. Ela promoveu muito a conectividade entre os povos.”

 

O Secretário Geral explicou ainda que não existia, no Velho Mundo, uma instituição que recebesse plebeus, nobres e clero, por exemplo, com tamanho nível de igualdade. “A Maçonaria foi pioneira por agregar pessoas com características tão diferentes. Uma organização que promoveu a troca de informações e difusão de sabedoria de uma maneira sem precedentes na história humana”, disse. 

 

Durante a reunião virtual, o palestrante apresentou a estrutura executiva atual da Maçonaria, explicando as características das conferências, confederações e federações. Ressaltou que a conferência é um encontro, uma assembleia reunida para tratar de questões de interesse comum, como a Conferência Mundial, por exemplo. A Confederação, por outro lado, representa uma associação estável e com atuação contínua, como a CMI e a própria CMSB. Já a Federação representa uma associação, mas com caráter de hierarquia, como, por exemplo, o GOB que tem o nível federal e estadual. 

 

Cassiano falou sobre os avanços da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil - CMSB, como a criação da UniCMSB, universidade com objetivo de difundir conhecimento maçônico; a Biblioteca Digital com mais de 3 mil títulos, a maior do mundo no segmento; a Editora CMSB que publicará uma nova obra em breve; e a unificação da Ordem DeMolay. 

 

Um dos momentos de destaque na palestra foi a apresentação de dados como a quantidade de maçons no Brasil, informações sobre a evasão maçônica, dificuldades apontadas na pandemia e outros tópicos obtidos com a pesquisa de opinião feita com milhares de Irmãos. Aproveitou a oportunidade e ressaltou a importância do conhecimento para manter viva a Ordem. “Acredito que é importante estudar e nos preparar para sermos bons líderes. Precisamos aprender aqui e exercitar no mundo, pois quando investimos em cultura e conhecimento conseguimos alargar nossa visão e isso nos levará a um futuro melhor. Quanto melhor estiverem nossas lideranças, melhor passaremos por essa crise.”

 

O encontro teve a condução do Sereníssimo Grão-Mestre Irmão Eleusino Leão, juntamente com o Eminente Grão-Mestre Adjunto Irmão Pedro Calazans e o Secretário Executivo da Confederação Maçônica Interamericana - CMI e ex-Grão-Mestre Irmão Geraldo Macedo. Teve também a participação do Sereníssimo Grão-Mestre da Grande Loja de Mato Grosso do Sul, Irmão Darcy da Costa Filho, e do Grande Mestre de Cerimônias da GLEMT, Irmão Francisco Claudio Jassniker. 

 

Após a palestra, os participantes puderam fazer perguntas e contribuições nas reflexões, todas atenciosamente comentadas pelo Secretário Geral da CMSB.

 

O Grão-Mestre Adjunto Pedro Calazans saudou os Irmãos presentes e agradeceu o Irmão Cassiano pela palestra, para ele, irretocável. “Esse resgate histórico que começa pelas guildas, passa pela operativa até o momento que estamos vivendo, mostra aquilo que os Irmãos do passado enfrentaram e sofreram para que pudéssemos estar aqui reunidos. Isso nos faz pensar na necessidade de o maçom vencer as adversidades. Estamos em um momento difícil e temos o dever de usar nossos princípios para lapidar nossa Pedra Bruta e pensar nos Irmãos do futuro.”

 

O Secretário Executivo da CMI e ex-Grão-Mestre da GLEMT, Irmão Geraldo Macedo, falou sobre a relevância do sentimento de pertencimento e da necessidade de multiplicar os conhecimentos obtidos em encontros como este. “Temos de valorizar muito aqueles que estão aqui. Nós ganhamos muito por termos o Irmão Cassiano nesta noite com uma palestra de nível internacional. Para nós é uma honra sempre ter aulas como esta mostrando o verdadeiro caminho do futuro da Maçonaria.”

 

O Sereníssimo Grão-Mestre Eleusino Leão ressaltou que a pandemia mostrou como sentimos falta de estarmos juntos. Para ele, as palestras virtuais da Grande Loja e das Oficinas são oportunidades de manter acesa a chama da fraternidade. “Sabemos que o jogador de futebol, por exemplo, gosta de estar em campo. Mas para isso é preciso continuar treinando para manter o corpo em forma. É justamente isso que estamos fazendo em nossas reuniões virtuais.”

 

Sobre a paixão do Maçom pela Ordem, o Grão-Mestre falou com o coração. “Porque sou Maçom? Se tenho essa resposta é porque já encontrei o segredo. O grande segredo é aquele que quando a gente descobre, nos mantém ativos na Ordem. Esse não tem como passar para outro, pois é pessoal e intransferível. Pode começar com um símbolo, uma frase, um gesto ou coisa que nos acontece.”

 

Para ele, manter viva a vontade de aprender e descobrir esse segredo é o que vai dar condições de cada um ser uma pessoa melhor, um pai mais atencioso, um empresário ou empregado mais competente e um marido mais dedicado. “A partir do momento em que me torno mais feliz, automaticamente vou levar essa felicidade para a Loja, ao meio familiar, ao local de trabalho e à sociedade. Assim, tornaremos feliz a humanidade a partir de nós”, finalizou o Grão-Mestre. 

 

A reunião foi mais uma etapa do ciclo de palestras mensais promovidas pela GLEMT com o intuito de auxiliar no cronograma de trabalhos e estudos das Lojas durante o período de pandemia. O formato visa ainda fomentar a pauta das reuniões virtuais e aprimorar o debate de temas relevantes para a comunidade maçônica.

 

No dia 31 de março, o ex-Grão-Mestre de Portugal, Irmão Julio Meirinhos, fez uma palestra sobre valores maçônicos diante das crises globais. Em abril, o Sereníssimo Grão-Mestre do Grande Oriente do Paraná e atual Presidente da Zona V da Confederação Maçônica Interamericana, Irmão Cristian Flores, apresentou o tema “Maçonaria, uma escola para a vida''.

 

próxima reunião virtual está prevista para o dia 30 de junho, a partir das 19h, com palestra do Soberano Grande Comendador do Supremo Conselho do Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito da Maçonaria para a República Federativa do Brasil, Irmão Jorge Luiz de Andrade Lins.

 

Máteria de André Barriento. 

 

Grande Loja do Estado de Mato Grosso
Emitido em 18/10/2021 20:57